• Arquitetura pelo mundo

    Pelo mundo afora a arquitetura se impõe, reinando absoluta por meio de empreendimentos majestosos, cheios de história, de encher os olhos e inspirar profissionais e leigos. As construções podem revelar muito sobre a cultura de um país e, indo muito além da sua funcionalidade, acabam se tornando obras-primas, cujos traços e cores já fazem valer uma visita e, é claro, um registro fotográfico!Hoje, conheça 5 dos empreendimentos arquitetônicos mais famosos e grandiosos do mundo.
    1. Burj Al Arab, nos Emirados Árabes
    Luxo e Dubai são praticamente sinônimos e isso se comprova pelo hotel Burj Al Arab, um dos mais famosos do planeta. Ele foi construído em formato de vela, na década de 90, e tem mais de 320 metros de altura. Estima-se que ele tenha custado 640 milhões de dólares e o requinte invade também o seu interior: nas suítes de dois andares, as escadas são todas de mármore e boa parte da decoração é feita de ouro.
    2. Catedral de Notre-Dame, na França
    Quem vai a Paris tem muito mais para ver do que a Torre Eiffel, em termos de arquitetura. A Catedral de Notre-Dame é um exemplo disso, com estrutura em estilo gótico e considerada um dos empreendimentos mais tradicionais e antigos da França. O local abriga uma estátua da líder militar Joana D’Arc, santa padroeira do país, e tem cerca de 200 vitrais, sendo que alguns deles são considerados os maiores do mundo.
    3. Edifício Dançante, na República Tcheca
    Saindo do clássico para um dos ícones da arquitetura contemporânea, o Edifício Dançante, localizado na cidade de Praga, é moderno e excêntrico e contrasta com o estilo antigo das outras construções que ficam ao seu redor. O local em que foi construído havia sido atingido durante um bombardeio na Segunda Guerra Mundial e os escombros permaneceram ali por muito tempo, entristecendo a paisagem. Por isso, a construção também é um símbolo da superação da cidade. Com linhas curvas, o empreendimento lembra o formato de um casal de dançarinos.
    4. Casa Milà, na Espanha
    A casa, que fica em Barcelona, foi projetada e ocupada pelo famoso arquiteto Antoni Gaudí e é popularmente conhecida como “pedreira aberta”. Além da fachada sertoda de pedra, a obra tem outros pontos de destaque, como os elementos esculturais no telhado. Desde 1984, o edifício é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
    5. Burj Khalifa, nos Emirados Árabes
    É claro que o prédio mais alto do mundo não poderia ficar de fora dessa lista! Este empreendimento também fica em Dubai e tem incríveis 828 metros de altura. Levou seis anos para que ficasse pronto e é revestido por mais de 28 mil placas de vidro. No empreendimento funcionam salas comerciais e apartamentos residenciais, mas o destaque é o luxuoso hotel Armani, assinado pelo grande ícone da moda.

    15 / 04 / 2018
    Leia Mais >
  • Arquitetos brasileiros que fizeram história

    Mais do que construir prédios e casas, a arquitetura de um país ajuda a contar a sua história, revelando as influências que sofreu ao longo do tempo, seja de outros países, da política, religião ou outros aspectos culturais. Antes mesmo do descobrimento, quando o território era ocupado por tribos indígenas, há relatos de que as aldeias eram construídas de forma geometricamente harmoniosa, com uma oca central, onde aconteciam as principais celebrações.A partir do descobrimento e da colonização, a arquitetura brasileira sofreu fortes influências de Portugal, da França e, consequentemente, também do cristianismo. Muitas igrejas precisaram ser construídas, até para abrigar missionários vindos da Europa. Com isso, o Brasil entrou na tendência barroca, de construções suntuosas e com interior luxuoso.Com o passar do tempo, a proclamação da República, a descoberta de novas tecnologias e as mudanças de estilo de vida, a arquitetura também mudou. Ao longo desse período, muitos arquitetos brasileiros se destacaram e fizeram história, tornando-se referências, inclusive, internacionais. Hoje, são esses profissionais que vamos conhecer melhor.
    Oscar Niemeyer

    É impossível falar de arquitetos brasileiros sem citar Niemeyer, que assinou obras muito importantes nas décadas de 40 e 50. É tido como um dos principais precursores da arquitetura modernista, graças aos projetos cheios de curvas, que saíam do convencional da época. Entre suas construções mais emblemáticas estão o Parque do Ibirapuera, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha (cujo desenho, de acordo com a lenda, foi concebido em uma noite), o Museu Oscar Niemeyer e a cidade de Brasília.Em 1988, Niemeyer foi agraciado com o Prêmio Pritzkerde Arquitetura, o mais importante do segmento.
    Paulo Mendes da Rocha
    A frase “a primeira e primordial arquitetura é a geografia”, atribuída a Paulo, revela a capacidade do profissional de interferir na natureza de forma cuidadosa e impecável. Em sua própria casa, ele adotou muito experimentalismo, fazendo com que se tornasse objeto de estudo e interesse. Mas, além da residência, o arquiteto também assinou obras publicamente conhecidas, como o Museu da Língua Portuguesa (primeiro museu do mundo a se dedicar exclusivamente a um idioma) e a Galeria Vermelho, famosa por produzir e difundir arte contemporânea.Este é mais um arquiteto brasileiro a levar o Prêmio Pritzker, dessa vez, em 2006.
    Ruy Ohtake

    arquiteto paulistano Ruy Ohtake se destaca pela busca da humanização por meio da arquitetura, favorecendo a convivência entre as pessoas que frequentam aquele espaço. Formas sinuosas e uma linguagem arrojada são os ingredientes principais do seu estilo e, graças a eles, o profissional assina renomados projetos modernos. Entre seus grandes feitos estão o Parque Ecológico do Tietê, o Aquário do Pantanal e o hotel Unique.

    Severiano Mário Porto
    No Brasil, pode-se dizer que Severiano está entre os primeiros arquitetos a se destacarem pela sustentabilidade dos projetos. Responsável por grandes empreendimentos na região amazônica, ele utilizava apenas matérias-primas que encontrava por lá, antecipando uma tendência que anos mais tarde entraria muito em evidência. Um de seus projetos mais importantes, o Restaurante Chapéu de Palha, foi até premiado pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil.

    03 / 04 / 2018
    Leia Mais >
  • Decor corporativo: onde a funcionalidade encontra a sofisticação

    Espaços corporativos precisam combinar estética e funcionalidade, afinal, a ambientação pode interferir diretamente na execução das tarefas cotidianas e na produtividade de todos os colaboradores. Por isso, hoje separamos uma seleção de dicas que podem ser adotadas ao decorar e organizar esse tipo de local, prezando sempre pelo bom gosto e personalidade.
    Identidade visual
    O ambiente deve transmitir as características da empresa e isso vai muito além de adotar as cores do logotipo. Se o empreendimento se propõe a ser mais jovial e descolado, o decor deve refletir esse conceito. Já se a ideia é atender um público sofisticado, a ambientação precisa ser mais refinada. A arquitetura e decoração são o cartão de visitas para quem visita um escritório ou empresa.
    Mobiliário versátil
    É possível que, com o passar do tempo, seja necessário fazer alguma mudança no layout do espaço. Por isso, o ideal é apostar em móveis versáteis, que possam assumir mais de uma função e que possam ser realocados dentro da sala. Dependendo da situação, peças modulares podem ser mais indicadas do que algo totalmente sob medida.
    Divisórias e integração
    Um dos segredos de um escritório funcional é ser bem dividido e integrado ao mesmo tempo, para que cada colaborador tenha seu espaço de trabalho, mas sem prejudicar a comunicação entre a equipe. Uma das sugestões é usar superfícies em vidro para fazer essa divisão. Além de funcionar, é uma opção para trazer mais estilo e modernidade para o escritório.
    Iluminação
    Uma boa iluminação é essencial para facilitar o trabalho, especialmente para quem passa o dia todo na empresa. A luz branca proporciona melhor visibilidade, auxiliando a deixar o ambiente em uma espécie de “estado de alerta", ideal para manter o foco e a atenção. Já a luz amarela é mais confortável, no sentido de trazer um descanso para os olhos.As lâmpadas de LED são mais econômicas e têm uma durabilidade maior, por isso, também são indicadas para ambientes corporativos. E é claro: sempre que possível, invista em iluminação natural.
    Uso de plantas
    Além de incrementarem a decoração como pontos focais, as plantas também têm o potencial de trazer uma atmosfera harmoniosa e tranquila. Isso é ideal para criar um clima de concentração e relaxamento, essencial para uma boa produtividade.
    Atenção para a recepção
    A recepção do escritório merece ser pensada com muito carinho, porque é o primeiro espaço com o qual as pessoas terão contato. Vale a pena investir em cadeiras confortáveis, climatização. Se a ideia for realizar atendimentos rápidos, uma boa alternativa é apostar em bancadas de madeira ou pedras naturais. A decoração deve encontrar um ponto de equilíbrio, para não ficar muito carregada, mas nem simples demais, dando a sensação de projeto “inacabado”.

    15 / 03 / 2018
    Leia Mais >
Mais News